Uma Taxonomia para Softwares 3D Interativos

Gabriel Mesquita Rossito, Helder Cognaco de Oliveira, Avanilde Kemczinski, Marco Aurélio Wehrmeister, Marcelo da Silva Hounsell

Resumo


Jogos computacionais 3D, Realidade Virtual e Realidade Aumentada são softwares 3D interativos (S3DI) que têm sido desenvolvidos de maneiras diferentes. Entretanto, cada um destes tipos não tem uma metodologia de desenvolvimento de ampla aceitação, principalmente quando focadas para sistemas educacionais ou de trein amento. O objetivo deste artigo é apresentar uma proposta de metodologia que seja aplicável a todos os S3DI com foco educacional ou treinamento. Para isso é realizada a extensão da Metodologia
Maiêutica (M2), que concebia softwares 3D educacionais. A extensão tem como base o estabelecimento de uma taxonomia para todos os S3DI, que será apresentada neste artigo. Uma taxonomia permite reconhecer as similaridades e diferenças entre os elementos que a constituem e, com base nestas características, pode-se orientar melhor o projetista de software para atender a requisitos específicos. Com a nova taxonomia na M2 é possível fazer a caracterização e diferenciação de todos os S3DI com vistas a auxiliar o processo de concepção e desenvolvimento do software gráfico 3D interativo.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13037/ras.vol10n2.129

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista de Informática Aplicada - USCS/UFABC