Arquiteturas Pedagógicas e Redes Sociais: Uma experiência no Facebook

Karina Marcon, Juliana Brandão Machado, Marie Jane Soares Carvalho

Resumo


As redes sociais permitem construir um intenso processo de comunicação e aprendizagem mediados pelas tecnologias. No cenário de expansão das redes sociais, destacamos os elementos que interessam para a perspectiva pedagógica. São eles: a necessidade de apropriação e de utilização das tecnologias disponíveis, o reconhecimento do seu potencial educativo, o repensar da práxis pedagógica, o papel do aluno e do docente nesses ambientes. Discutimos a utilização do Facebook como parte de uma Arquitetura Pedagógica, a partir de uma experiência consolidada em 2011. Da análise dessa experiência sobressai que o Facebook pode ser considerado uma Arquitetura Pedagógica desde que a mediação pedagógica seja intensa, guiada principalmente, mas não exclusivamente, pelo docente com objetivos definidos para ou com o grupo.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.13037/ras.vol9n2.104

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista de Informática Aplicada - USCS/UFABC